2020 Notícias

EU MOSTRO O MEU: ESTUDO SOBRE AUTOTESTE DE HIV

Usar o autoteste de HIV junto com parceiros sexuais é uma estratégia que deve ser incentivada pelos órgãos de saúde? Ajudaria pessoas que usam preservativo de forma não frequente a evitar sexo desprotegido com parceiros sorodiscordantes? Levaria pessoas com HIV não diagnosticadas a serem testadas? Como as pessoas lidariam caso o resultado desse positivo? Essas foram questões levantadas pelo estudo randomizado sobre HIV e autoteste “Eu Mostro o Meu”, realizado em Nova Iorque e Porto Rico, por Alex Caraballo-Diéguez, PHD e professor da Columbia University, e divulgado pelo site do Aidsmap, em fevereiro passado. 

Os elegíveis ao estudo necessitavam ser homens que fazem sexo com homens ou mulheres trans. Em ambas as categorias, os participantes deveriam ser HIV negativos na testagem anterior, ter parceiros sexuais recentes, não usar preservativos de forma regular e não tomar PrEP. Os 272 selecionados eram etnicamente diversos (incluindo 57% de latinos e 40% de negros) e tinham entre 20 e 30 anos. Cerca de 22% não se identificaram como homossexuais.

Metade dos participantes foi randomizadapara um grupo de intervenção e recebeu kits de autoteste. Assistiram a um vídeo explicativo sobre o estudo e foram instruídos a exercer o seu melhor julgamento ao decidir a quais parceiros pedir para testar. Os participantes randomizados para o grupo de controle não receberam kits.

Eis alguns dos resultados: 100 participantes testaram a si próprios, 71 propuseram usar o teste em pelo menos um parceiro em potencial enquanto se comunicavam por telefone ou aplicativo e 111 propuseram o uso do teste em pelo menos um parceiro em potencial enquanto estavam juntos, com solicitações feitas para um total de 870 parceiros. Descobriu-se também que 41 participantes tiveram pelo menos um parceiro se recusando a fazer o teste, enquanto 18 disseram ter feito sexo sem preservativo com parceiros que não concordaram em fazer a testagem.

Para mais informações sobre o estudo, acesse: https://www.aidsmap.com/news/feb-2020/what-happens-when-people-ask-sexual-partners-use-home-test

Recomenda-se, ainda, conhecer o sub-estudo do ImPrEP “Autoteste para o HIV como Forma de Aumentar a Demanda de Prevenção Combinada”, que vem ocorrendo no Rio e em Lima (acesse http://imprep.org/autoteste-para-hiv/ e/ou https://imprepemrede.wixsite.com/website-1)