Fique sabendo! Notícias Últimas

ImPrEP Brasil atinge 3 mil participantes

Criado, em 2017, para abordar aspectos estratégicos sobre a implementação da profilaxia pré-exposição (PrEP) ao HIV no Brasil, Peru e México, o projeto ImPrEP atingiu, em abril, a importante marca de 3 mil participantes voluntários.

Para a coordenadora clínica do projeto, Brenda Hoagland, um dos principais fatores para o atingimento da meta prevista foi o comprometimento das equipes dos 14 centros de estudos, localizados em diversos estados brasileiros, que são serviços públicos de saúde previamente selecionados pelo Ministério da Saúde para oferecer a PrEP e posteriormente indicados para conduzir o estudo.

No Brasil, a Fiocruz é responsável por coordenar os centros de estudos, constituídos em sua maioria por um pesquisador principal, um coordenador de estudo, um educador de par e, pelo menos, um médico, um aconselhador, um profissional de laboratório e um farmacêutico.

“Mesmo atingindo a meta prevista, manteremos abertas as inclusões no estudo, permitindo que novos participantes se beneficiem da realização de testes não disponíveis no sistema público de saúde para usuários em PrEP, como a pesquisa de infecção aguda por meio da realização de carga viral na visita inclusão e de testes de detecção de infecções sexualmente transmissíveis como clamídia e gonorreia”, informa Brenda.

Além disso, será mantido o trabalho de educação comunitária em prevenção combinada com os educadores de pares, que atuam junto às populações-alvo, vinculados ao projeto para ampliar a comunicação sobre PrEP nos segmentos populacionais que mais podem se beneficiar dessa tecnologia.