2020 Notícias

ESTUDO MOSTRA QUE PREP REDUZ INFECÇÃO DA HEPATITE B

Um estudo realizado com homens gays e bissexuais que frequentam clínicas de saúde sexualno Japão mostrou que tomar a profilaxia pré-exposição (PrEP) não só protege contra o HIV, mas também reduz consideravelmente o risco de infecção pela hepatite B. O estudo, conduzido por Daisuke Mizushima, do Centro Nacional de Saúde e Medicina Global, de Tóquio, foi apresentado na Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas (CROI 2020).

A PrEP envolve dois medicamentos antirretrovirais: tenofovir disoproxil fumarato e emtricitabina, ambos ativos contra o HIV e a hepatite B. Estudo anterior, também realizado no Japão, descobriu que pessoas que vivem  com HIV que tomavamtenefovir ou lamivudina como parte de suas terapias antirretrovirais (TARV), apresentavam um décimo do risco de infecção pela hepatite B em comparação com as pessoas que não tomavam TARV.

O estudo atual foi projetado para verificar se o mesmo ocorre entre homens HIV negativos que usam PrEP. Foram analisados, retrospectivamente, dados de 827 homens gays e bissexuais, com idade média de 34,5 anos,que compareceram às clínicas entre janeiro de 2018 e setembro de 2019. Pouco mais de 25% (211 homens) já havia contraído hepatite B e foram excluídos da pesquisa. Vinte e cinco homens (3%) eram HIV positivos e também ficaram de fora.

Dos 591 homens restantes, 148 (25%) fizeram uso de PrEP em parte ou em todo o período de acompanhamento. Por autorrelato, 38,7%haviam sido vacinados contra a hepatite B e 31,6% tinham evidências disso por serem positivos para anticorpos ao antígeno de superfície da hepatite B. Um terço foi diagnosticado com gonorreia e/ou clamídia no início do estudo e 5,3% com sífilis ativa. Só uma pessoa teve hepatite C.

Ocorreram 14 novas infecções em homens que não tomavam PrEP e apenas uma em um homem que usava PrEP. O estudo concluiu que o risco de se contrair hepatite B em usuários de PrEP, em comparação com o risco de não usuários de PrEP, foi de 0,114. Uma redução de 88,6%.

Fonte: site do Aidsmap, de 26 de março (https://www.aidsmap.com/news/mar-2020/hiv-prep-also-prevents-hepatitis-b-and-works-better-hepatitis-b-vaccine)

Para ver o abstract, acesse: http://www.croiconference.org/sessions/prophylactic-effect-prep-against-hbv-infection-among-msm

Crédito da imagem: Norma Cabrera/Pixabay