Informações Gerais

O que é PrEP?

PrEP é abreviação de profilaxia pré-exposição ao HIV. É uma forma inovadora de prevenção, que consiste em tomar diariamente um comprimido, cuja fórmula impede que o vírus causador da Aids infecte o organismo, antes de a pessoa ter contato com o vírus.

A PrEP é uma vacina?

A PrEP é uma profilaxia, ou seja, é um medicamento voltado para a prevenção do HIV, agindo de forma diferentemente de uma vacina. Enquanto a vacina ensina o corpo a combater uma infecção ao longo do tempo, a PrEP previne a infecção a cada dose.

A PrEP previne mesmo contra o HIV?

Em relação à eficácia do tratamento, a Organização Mundial da Saúde observa que a PrEP previne o HIV tanto quanto a camisinha.

Por que é preciso tomar a PrEP todos os dias?

A PrEP só tem efeito se for tomado um comprimido todos os dias. Caso contrário, pode não haver concentração suficiente do medicamento na corrente sanguínea para bloquear o vírus.

Como a PrEP funciona?
A PrEP é a combinação de dois medicamentos (tenofovir + entricitabina) que atuam para bloquear alguns “caminhos” que o HIV usa para infectar o organismo.

Em quanto tempo a PrEP começa a fazer efeito?
Após o início da PrEP são necessários 7 dias de ingestão dos comprimidos para que o corpo esteja protegidocontra o HIV nas relações sexuais anais e 20 dias nas relações sexuais vaginais.

Quem pode usar a PrEP?
No Brasil, atualmente, as principais populações que podem se beneficiar com o uso da PrEP, em razão de serem mais vulneráveis à infecção pelo HIV, são:

– gays e homens que fazem sexo com outros homens (HSH)

– travestis

– mulheres e homens transexuais

– trabalhadores(as) do sexo

– casais sorodiscordantes: quando um(a) é HIV positivo e o(a) outro(a) não

– pessoas que fazem uso repetido de PEP (profilaxia pós-expopsição)

– quem apresenta episódios frequentes de ISTs.

Onde é possível conseguir a PrEP?

A PrEP está disponível, gratuitamente, para as populações mais vulneráveis à infecção pelo HIV, nas unidades do SUS listadas no link www.aids.gov.br/pt-br/faq/onde-posso-encontrar-prep.

Se eu for soropositivo, posso usar a PrEP?

Não. A PrEP é apenas para pessoas que vivem sem o HIV. Se você vive com HIV, deve iniciar o tratamento antirretroviral para controlar o vírus. A PrEP é uma pílula tomada uma vez ao dia, para gerar a proteção necessária contra a infecção pelo HIV.

Qual a diferença entre PrEP e PEP?

PrEP (profilaxia pré-exposição) é preventivo – atua antes que ocorra a exposição ao HIV. PEP (profilaxia pós-exposição) é utilizado após a exposição ao vírus.

O que são ISTs?

As infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. O termo foi adotado em substituição a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), porque destaca a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção, mesmo sem sinais e sintomas. São transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação.

A PrEP protege de ISTs?

Não. A PrEP não protege de ISTs como sífilis, clamídia e gonorreia. Desse modo, o mais recomendado é adotar uma das estratégias da chamada prevenção combinada, como, por exemplo, o uso da camisinha.

Se surgir algum corrimento, dor, verruga ou ferida nos órgãos genitais, ânus ou boca, a pessoa deve procurar um serviço de saúde para saber se é uma IST.

O que é prevenção combinada?

É a utilização conjunta de diferentes métodos que a pessoa escolhe para se prevenir da infecção pelo HIV, atendendo às próprias necessidades e especificidades sexuais

A prevenção combinada é composta de diferentes métodos, entre eles preservativos, PrEP, PEP (profilaxia pós-exposição), testagem e tratamento das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), como gonorréia, sífilis e clamídia, vacinação (hepatite B) bem como testagem regular do HIV. Conhecer o próprio risco ajuda a escolher os métodos que melhor se adequam a cada pessoa.

Um adolescente pode tomar a PrEP?
Se o adolescente for gay, homem que faz sexo com outro homem, travesti ou transexual menor de 18 anos, sugere-se buscar informações no projeto PrEP 15-19 que, hoje, ocorre em Salvador, São Paulo e Belo Horizonte (https://www.prep1519.org).